Tipo
Artigo de revista
Título
Exame de DNA
Data
2017
Ementa

Resumo:"Este artigo buscou analisar o direito da criança e do adolescente a conhecer a sua origem genética, amparado pelo princípio da "Dignidade Humana da Pessoa". Tudo isso ocorreu em virtude dos avanços obtidos pelos estudos científicos em relação ao método DNA. Abordou-se que, a ação de "investigação de paternidade", pela precisão técnica dos exames de DNA, facilitou a fundamentação do direito à identidade genética, que compõe o direito de personalidade. Além disso, procurou-se estudar a negativa de submeter-se ao "exame de DNA" e seus efeitos, sendo este exame de tamanha precisão que chega à probabilidade de 99,99%, pois é feito utilizando-se um sistema de bandas, adicionando-se um corante e sob faixas de luz por eletroforese, capaz de desvendar a "origem genética" do ser humano. As consequências desse fato consistem em se envolver um conflito de dois direitos fundamentais: um do suposto pai e, o outro, da criança e do adolescente. O método utilizado foi o analítico e a técnica de pesquisa bibliográfica".

Classificação (CDDir)
340.76
 
DIREITO [ 340 ]
» Medicina legal [ 340.7 ]
»» Perícias médico-legais [ 340.76 ]

Publicação: Texto - Português

 
2017
Revista perspectiva
   Imprenta: Erechim, Edifapes, 1975.
   Descrição Física: v. : il.
   Referência: v. 41, n. 154, p. 7–16, jun., 2017.
   Disponibilidade: Rede Virtual de Bibliotecas
   Localização:  SEN

2022-06-25T14:41:41.000Z [ 9522806 ]