Tipo
Artigo de revista
Título
¿El trabajo estable mejora la productividad?
Data
2005
Ementa

Resumo:Apresenta quadros e gráficos com dados sobre: média de anos de antiguidade na empresa em vários países da OCDE; variação da média de antiguidade e da produtividade do trabalho durante a década 1992-2002; ciclo de relação antiguidade-produtividade em treze economias européias durante a a década 1992-2002; ciclo de relação antiguidade e produtividade-salário em treze economias européias durante a a década 1992-2002; salário e produto marginal ao longo de toda a vida profissional; relação entre o rigor da legislação de proteção do emprego e a percentagem de trabalhadores mais antigos em 1998; relação entre a rigidez da legislação de proteção do emprego e o gasto com políticas laborais em 1998; efeito das políticas laborais na insegurança do mercado de trabalho no ano de 2000; porcentagem de trabalhadores com mais de dez anos de antiguidade e taxa de ocupação em 2002, porcentagem de trabalhadores com menos de um ano de antiguidade e taxa de ocupação em 2002.

Sumário:Tendencias nacionales en materia de antigüedad laboral -- Antigüedad y productividad : la estabilidad es rentable... hasta cierto punto. ¿En qué momento deja de ser productiva la antigüedad -- ¿ Por qué la antigüedad mejora la productividad? -- ¿ Por qué el grado de antigüedad es tan variable de unos países a otros?: Beneficios económicos agregados de la antigüedad y de las políticas laborales.

Classificação (CDDir)
342.6
 
DIREITO PRIVADO [ 342 ]
» DIREITO DO TRABALHO [ 342.6 ]

Publicação: Texto - Espanhol

 
2005
Revista internacional del trabajo / Organizacion Internacional del Trabajo.
   Imprenta: Ginebra, OIT, 1943.
   Referência: v. 124, n. 3, p. 345–371, 2005.
   Disponibilidade: Rede Virtual de Bibliotecas
   Localização:  SEN,  TST

2020-10-03T05:15:59.000Z [ 8862250 ]